Música

Efeito Fade

19 julho 2017

Resenha #28 - Espada e Dever

Título do Livro: Espada e Dever
Autor: Peterson Rodrigues
Spin-off: Thystium
Editora: KDP Amazon
Páginas: 104
Sinopse:
Thystium é um mundo que possui os mais diversos perigos. Os inimigos atacam nas montanhas, rios, planícies e florestas. Para fazer frente a essas ameaças, o mundo possui heróis. Determinados em proteger quem não pode fazer isso por si só próprio e nessa luta, os espadachins de Bënvahn se destacam.
Gavril é um destes guerreiros honrados e nobres, porém carrega uma maldição que corrói seu corpo. Em busca da cura para seu sofrimento, o espadachim se juntará à serva dos deuses estelares Flayfh Merien. Juntos, os dois viajarão através das planícies e do misterioso sul, enfrentando inimigos alienígenas e profanos até o confronto derradeiro contra o misterioso Feiticeiro Azulado.
Leia e descubra porque o dever é maior do que quem o carrega.

Olá literários e pessoas apaixonadas por livros em geral!!!
Tudo bem com vocês??

Há algum tempo atrás quando eu participei de um evento literário conheci o autor Peterson Rodrigues e um pouco do mundo de Thystium, além disso descobri que tenho sangue de elfo correndo em minhas veias. Não pergunte: "Como?" Só respondo para vocês que sei!

Nesse evento acabei que me tornei uma colega do autor e entre conversas sobre seu livro e o mundo que ele criou, acabei recebendo a honra de falar sobre um pequeno spin-off de "Thystium". E é sobre esse spin-off que vim falar para vocês hoje.

"O dever é a obrigação moral, primeiro para consigo mesmo e depois para com os outros. O dever é a lei da vida: encontramo-los nos mínimos detalhes, como nos atos mais elevados."

Primeiramente, eu quero pedir desculpas ao Peterson em relação a demora da resenha mas como já expliquei tive meus problemas pessoais e isso fez me afastar do blog com um certo período de tempo.

"Espada e Dever" é um livro com suas 104 páginas, na qual iremos ser transportados cinco anos depois dos eventos ocorridos em  "Quando a Magia Se Esgota", ou melhor dizendo, "Thystium". Nesse livro, o autor Peterson Rodrigues nos mostra fatos que ainda estão ocorrendo nesse mundo cheio de guerreiros, clérigos, xamãs, elfos, anões e criaturas que no mundo de Thytium existem.

"Acima das ondas de preocupação e rotina, pesadas e próximas do chão, sopravam os ventos inspiradores, ventos mágicos e coloridos da criação mágica."

Nesse livro iremos conhecer e acompanhar Gavril, um dos mais habilidosos e honrados espadachins de Benvähn que retorna ao seu lar, depois de muitos feitos para terminar seu treinamento e por fim há um mal que o amaldiçoou e que quase matou um de seus mestres.

"O líder das criaturas havia levado o mestre espadachim aos joelhos, deixando a mercê do golpe final. A monstruosidade ergueu sua mão direita espalmada para baixo. Dos seus dedos, faíscas elétricas uniram-se preparando o golpe de misericórdia, carregada de magia escura e perversidade."

Nessa viagem que se inicia em "Espada e Dever" esse espadachim ainda precisará contar com a ajuda da clériga Flayfh herdeira do Povo das Estrelas e que será de grande ajuda para a derrota de seus inimigos.

"[...] Flayfh havia acumulado experiência para dirigir seu vilarejo natal. Os guerreiros que cuidavam do local reconheciam sua autoridades e s aldeões respeitavam com fervor cada uma de suas decisões."

Gavril e Flayfh terão que percorrer um caminho cheio de surpresas e com muitos amigos e inimigos há espreita. Além disso, terão que lutar contra algo que cada vez mais tenta dominá-los e fazer desviá-los do caminho que tentam seguir, confiando assim um no outro para que sua missão seja um sucesso e eles possam derrotar o mal que os assola.

 "O espadachim olhou para a clériga esperando que ela dissesse algo, porém ela apenas acenou para que continuassem."

Eu não vou me aprofundar tanto no enredo de "Espada e Dever", pois se eu fizer isso vou acabar dando spoilers e isso é o que eu quero evitar. Mas o ambiente em que o enredo é desenvolvido lembra muito os jogos de RPG (apesar de nunca ter jogado, mas sempre vi amigos meus jogando) e nas considerações que o Peterson faz antes de se dar início ao livro ele cita os quinze anos na qual passou enfiado dentro de livros de RPG rsrsrs

Eu gostei de como o enredo foi desenvolvido, eu sou o tipo de pessoa que quando me deparo com fatos rápidos demais acaba que eu não gosto muito, porém o fato de as coisas acontecerem rápidas no livro fez com que ele não se tornasse lento, cheio de descrições e chato que fica difícil mergulhar dentro de uma história que o enredo é nesse estilo.

"Os dois caminharam em passos acelerados até a saída da misteriosa construção metálica. Cruzaram com alguns dos monstros que haviam derrotado anteriormente..."

Mas uma coisa que tenho que ressaltar é que o autor conseguiu desenvolver bem seus personagens principais e que não tem como você não acabar gostando de algum. No meu caso, não foi o Gavril que foi o personagem que marcou pra mim no livro pois eu acabei amando a Flayfh que é uma personagem feminina forte, que demostra não ser aquela mocinha em apuros (o que ela não é) e que sabe se impor dentro do livro e deixar sua marca.

"- Muito bem - disse Gavril batendo palmas e caminhando em direção a clériga. - Você realmente sabe lutar.
- Eu pareço alguém que precisa de proteção?"

Porém, pessoal não posso deixar de comentar essa minha pequena impressão pois sinceramente eu senti um climinha entre Gavril e Flayfh, mas pode ter sido só impressão porque eu sou uma típica romântica e às vezes eu posso ter entendido o respeito, o companheirismo e a amizade que esses dois vão construindo durante o livro como algo há "mais".

  "Flayfh trazia algo diferente em si. O brilho nos olhos, a postura, o tom de voz... Gavril não sabia exatamente o que, mas ela não era a mesma pessoa de dias atrás."

Peterson Rodrigues termina o livro "Espada e Dever' deixando um gostinho de quero mais pois foi assim que eu terminei o livro, e principalmente para aqueles que querem saber um pouquinho mais sobre os personagens e suas aventuras o livro deixa isso a desejar.

Quem gosta de livros com uma pegada de aventuras medievais e com um mundo diferente do nosso, com uma pegada de jogos e livros de RPG "Espada e Dever" é um livro que mais que recomendado.

13 comentários :

  1. Realmente não me lembro de ter ouvido falar da série do Peterson Rodrigues. Mesmo não sendo um estilo que geralmente me agrada, deu para sentir pela sua resenha o esforço dele na elaboração cuidadosa de um universo e no perfil dos personagens. Espero que ele seja bem sucedido e continue oferecendo bons momentos aos leitores e às leitoras! Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oiii tudo bem?
    Que surpresa de livro menina, eu realmente não o conhecia e quem sabe futuramente eu dê uma oportunidade, sei que seria uma ótima pedida, amei essa capa e a história está bem envolvente.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Conheço o autor, e tenho em físico o Thystium, uma parceria nossa com meu Instagram @nerdleitor_. Gostei muito do primeiro, e o segundo parece ótimo. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  4. Ola´, acho que já conhecia o autor mas não esse livro. Pela sua resenha, parece uma história curta de fantasia, mas super interessante, daquelas que realmente prendem o leitor pela narrativa e personagens.

    ResponderExcluir
  5. Olha, infelizmente, dessa vez vou ter que passar a dica.
    Fantasia e ainda medieval, não faz muito a minha linha literária.
    Mesmo assim, foi bem legal conhecer a obra através de sua resenha.

    beijinhos!!


    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Gosto de livros com essa pegada de RPG, e por isso vou adorar ler o livro, ainda mais quando diz que deixou um gostinho de quero mais.
    Ainda não conhecia o livro, mas fiquei bem intrigada para ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. Olá! Eu amo fantasia medievais, também amo elfos. Me diz como faço para sabe se tenho sangue elfo!!! Não conhecia os livros e fiquei super interessada em ler, é em E-book? onde posso encontrar? Gostei demais dos pontos que você nos mostrou, Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro e nem o autor, mas é sempre bom conhecer novos autores nacionais. Confesso que o livro não chamou mt a minha atenção por não ser o gênero que estou acostumada a ler.
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?! Olha no momento esse não é o tipo de livro que eu esteja interessada no momento. Mas adorei a resenha e vou deixar a dica anntada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Gosto dessas fantasias estilo RPG creio que fiquei meio perdida em algumas partes por não conhecer nada do livro que deu origem a esse. Mas a premissa do livro realmente é incrível com toda certeza faria a leitura do livro. Parabéns ao autor . Resenha maravilhosa, beijos !

    ResponderExcluir
  11. Olá, Antonia.
    Não conhecia o livro, nem autor, mas achei muito interessante que esse o livro tem essa pegada de história medieval e RPG, para quem gosta desses gêneros, certamente irá gostar do livro.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Ola lindona não conhecia o autor, gostei da premissa do livro, vou pesquisar os demais livros para começar a leitura, pelo visto a leitura te empolgou. Dica mais que anotada. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Uau, quanta coisa em um livro só haha' e as frases super filosoficas?! Muito interessante :D

    Beijooos!
    Abobrinhacomchocolate.com.br

    ResponderExcluir