Música

Efeito Fade

02 janeiro 2017

Resenha #22 - A Sereia

Nome: A Sereia
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 328
Skoob | Americanas | Saraiva | Amazon | Submarino
Sinopse:
Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.


Olá literários e pessoas apaixonadas por livros em geral!!!
Tudo bem com vocês??

O ano de 2016 passou e o ano de 2017 acaba apenas de começar \o/ Porém esse ano de 2016 foi um tanto difícil aqui para o blog e para mim está presente com vocês, acho que deu para perceber mas estou voltando pouco a pouco. Espero que esse ano de 2017 esteja mais presente e trazendo inúmeros conteúdos cheios de novidades para todos vocês, mas hoje eu venho trazer algo que algum tempo não é postado aqui no blog e que realmente é para o que o blog é voltado ^^ Então vamos lá??

A Sereia (The Siren) primeiro livro escrito pela autora Kiera Cass, antes dela ser conhecida pela série "A Seleção" e que foi lançado aqui no Brasil pela Editora Seguinte é um livro que traz em seu conteúdo mais um pouco sobre a mitologia das sereias.

"Há tanta beleza no mundo! Não consigo deixar de pensar que coisas boas estão por vir!"

O livro nos conta a história de Kahlen uma garota que se parece comum aos olhos das pessoas, porém de comum não tem nada. Afinal, desde do dia que ela pediu para viver no naufrágio do navio em que sua família estava a oitenta anos, ela guarda um grande segredo: ela é uma sereia e serve a Água.

"- Você disse que daria qualquer coisa para viver - ela me lembrou. - Por favor, leve a promessa a sério."

Kahlen é uma garota retraída que tenta o máximo possível se isolar do convívio humano, por se tratar de uma sereia e sua voz ser mortal ela evita o máximo possível qualquer tipo de contato porém isso não evita que elas sejam atraídas naturalmente para ela e isso é uma sentença que ela tem que carregar durante esses seus 100 anos de servidão.

"Essa parte da sentença era inevitável. Atraíamos as pessoas naturalmente, e os homens eram particularmente vulneráveis." 

Porém como suas irmãs (sereias) Miaka e Elizabeth não aguentam passar muito tempo isoladas, Kahlen acaba por morar durante um tempo em cidades movimentadas e para superar as mortes que ela e suas outras irmãs tiram quando a Água chama, ela normalmente pesquisa a vida daqueles que morreram por sua causa e anota tudo em uma caderneta. Porém, lembrar das mortes e ser assombrada por elas é algo não muito normal para uma sereia.

"Às vezes eu me perguntava se tinha algum defeito, e isso me preocupava tanto quanto nosso próximo canto." 

Apesar disso tudo Kahlen cumpre sua sentença com muita obediência esperando o dia em que será libertada e seguirá em frente, apesar de que não se lembrará de nada quando isso ocorrer e também ela não consegue se manter longe da Água.

"Nunca quis me afastar dEla por muito tempo, porém, Ela era a única mãe que eu tinha agora.
Parte mãe, parte carcereira, parte chefe... Era uma relação difícil de explicar."

Porém, a vida de Kahlen muda completamente quando ela conhece o jovem Akinli que a enxerga não como uma sereia e sim como ela realmente é, apesar do imenso silêncio entre eles já que ela não pode falar.

"[...] aos olhos dele... Eu parecia muito mais que isso."

Mas será que Kahlen conseguirá esconder Akinli da Água!?

"Então guardei meus sentimentos, preocupações e perguntas no coração e comecei a pensar se havia um jeito de se tornar o trecho final daquela vida um pouco mais fácil."

Apesar de A Sereia trazer o mito das sereias como contexto da história, a autora deixou com que o mito fosse apenas um pano de fundo para o romance que ela queria desenvolver e esse fato diverge muitas pessoas, afinal alguns amam e outros não gostam tanto, eu no entanto gostei disso. Apesar de que pra mim os personagens ficaram meio apagados, porém sim a Água é algo que se destaca nesse livro pois a autora a tornou um tanto humana e por isso atribuiu sentimentos a ela que ao ler você vai achar inúmeras vezes que ela é apaixonada pela Kahlen. 

"- Parece loucura, mas acho que Ela estava com ciúmes - confessei. - Como se ele não pudesse ter meu carinho porque sou dEla."

Sim! Você leu certo apaixonada pois apesar de ela dizer que trata as sereias como filhas e elas próprias dizerem isso, quando a Água se referia ou tratava a Kahlen parecia que era uma paixão escondida. Acho que a Água tava escondendo o jogo u.u

Pra mim os personagens se tornaram fracos, porque apesar de ter o romance dos protagonistas como eu disse anteriormente eles ficaram apagados, às vezes isso ocorria pela presença da própria Água ou porque a Kahlen era o centro de tudo e até mesmo personagens que a gente poderia vim a gostar não tiveram tempo pra chegar a tocar nossos corações, mas isso não nega que eles cativaram quando apareceram nem que fosse por apenas uma falinha ali.

Porém A Sereia é uma história gostosa e leve de se ler, com personagens de nomes estranhos mas que acabam ficando na memória por esse detalhe e outros O.o Além disso, a escrita de Kiera Cass é tão simples e compreensível que o livro acaba se tornando aqueles livros bons de se ler quando se está numa DPL.

Confira o booktrailer de A Sereia


2 comentários :

  1. Quero muuuitoo ler esse livro, amo a Kiera e a Seleção desde que li o primeiro livro há sei lá, uns 3 anos atrás!! Parabens pela resenha

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Confesso que não me animei quando li "A Seleção", mas este livro da Kiera Cass, eu quero muito ler, me despertou interesse desde que soube do lançamento. Só que até agora, nada de ter adquirido o livro kkkk'
    Amei a sua resenha!

    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para acompanhá-lo mais vezes.

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir