Música

Efeito Fade

19 outubro 2016

Projeto Escrevendo Sem Medo #9 - A Citação

Olá literários e pessoas apaixonadas por livros em geral!!!
Tudo bem com vocês??

O Projeto Escrevendo Sem Medo continua por aqui no blog e como sempre o objetivo dele é fazer com que pessoas que gostem de escrever tenham essa oportunidade de trazer essa paixão para seu mundo e também é uma forma de a gente se alto conhecer e das pessoas conhecerem quem realmente nós somos.
Tá certo hoje meio que baguncei a cabeça de vocês, mas isso é que estou um tanto empolgada aqui para o tema de hoje, pois é algo que chamou muito minha atenção *-*

Como vocês já sabem, mas que eu faço questão de relembrar pois se tiver alguém novato aqui vai entender melhor: O Projeto Escrevendo Sem Medo foi criado pela Thamiris que é dona do blog Historiar e consiste em você criar um texto sobre o tema dado daquele determinado período de tempo, porém como estou atrasada estou fazendo os temas anteriores para vocês ;)

E hoje o tema do projeto é "A Citação" e sim eu escolhi uma que marca minha vida de verdade, então vamos lá:

Antes de começar a escrever esse texto eu acho que devo colocar a tradução do que está escrito nessa imagem para vocês saberem o que realmente ela quer dizer.
"E não dá para lutar contra lágrimas que não vêm ou o momento da verdade em suas mentiras quando tudo parece como nos filmes sim, você sangra apenas para saber que está vivo."
Iris - Goo Goo Dolls
Essa citação é trecho da música Iris, da banda de rock estadunidense formada em 1986 chamada Goo Goo Dolls. Essa música algumas pessoas devem conhecer outras talvez não conheçam, mas ela é tema do filme Cidade dos Anjos.

Eu não sei dizer a vocês quando eu conheci essa música ou onde a ouvi, mas uma coisa que posso dizer não foi no filme pois se quer assistir ele apesar de ele ser muito famoso, eu ainda não tive essa vontade por vê-lo :O

Mas uma coisa que posso informar desde de a primeira vez que essa música foi ouvida por minha pessoa, ela me tocou de uma forma que até hoje mexe comigo bastante.

Só para vocês terem uma ideia essa música é tão especial na minha vida que quando eu fui fazer esse tema de hoje bateu uma certa dúvida se deveria ser essa citação a ser colocada aqui, pois eu não sou de compartilhá-la com as pessoas e eu tenho até um certo ciúme dela por considerá-la minha.

E entre tantas citações da música eu escolhi essa em específico, porque ela é a que me toca de forma mais profunda e eu já disse que se um dia eu conseguir fazer as minhas setes tatuagens... 
Sim, eu quero fazer sete tatuagens em mim e uma delas é esse trecho que estou compartilhando com vocês.

Essa música ela é tema também de um livro que gosto muito que é REAL, da autora Katy Evans e lembra muito os protagonistas do livro rsrsrs

Hoje apesar da minha empolgação com o tema está muito difícil para mim desenvolvê-lo, pois eu teria que explicar e mostrar para vocês algo que toca minha alma e que define uma parte de mim que eu posso dizer que apenas uma pessoa conhece.

Não é fácil expor algo que mostra como você se sente ou que de certa forma mostra uma parte de você, eu não sei lidar muito bem com isso pois muitas pessoas me definem mas realmente se quer me conhecem.

Eu sou a garota nerd apaixonada por livros, que adora ouvir músicas, uma romântica incurável, entre tantas outras coisas que tornam quem eu sou e isso inclui Iris.
E acho que por ser uma romântica incurável eu sonho muito, acredito que algumas coisas poderiam ser como filmes; séries; animes; livros porém a vida real é diferente e por ela ser muito diferente eu acabo acreditando demais em algumas pessoas ou em algo e no final acabo me magoando.
E eu já me magoei tanto que minha alma e meu coração não são mais os mesmos, e eu tenho tantas feridas profundas que não conseguem ser curadas e isso acabou formando minha personalidade de agora que prefere ser fechada e realmente não demonstrar aos outros o que realmente sente.

E o fato da música citar que a gente sangra pra saber que está vivo é o fato de eu saber que essas feridas, essa mágoa me fez me tornar o que sou hoje.
Então eu vivo com isso o tempo todo, eu sei que isso me faz mal porém isso já faz parte de mim.

Muitas amigas minha chegam a me dizer que eu tenho que me abrir, porém com o passar do tempo que apesar dos conselhos eu acabava me magoando eu parei de me importar um pouco e realmente são poucas pessoas que realmente chegam a me entender ao menos um pouco.
Eu realmente acho que só uma pessoa realmente conhece minha alma de verdade, porém ela está muito longe e essa pessoa é a que mais me faz bem e também me faz mal então é complicado.

A vida não é um conto de fadas, muito menos um filme ou algo do tipo. Ela é muito real e ela não tem medo de lhe machucar, então você só tem que vivê-la plenamente até o último instante.

Deixo a música com tradução para vocês, mesmo sentindo um ciúmes enorme aqui mas sei que vocês procurariam mesmo assim ;)

2 comentários :

  1. Escrever é vida!! Amo e estou sempre vivendo minha escrita com paixão <3
    Adorei o texto, a postagem toda e a música completa a perfeição.

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  2. Essa musica é perfeita <3
    Também sou muito fechada Isa, e escuto a mesma coisa "tem que se abrir". Mas é bem complicado isso...Olhando de fora parece ser mais fácil, coisa que não é!
    Amei o texto, ficou incrível.

    ResponderExcluir