Música

Efeito Fade

14 maio 2018

Resenha #48 - A Garota do Calendário: Abril

Título do Livro: A Garota do Calendário - Abril (April - Calendar Girl)
Autora: Audrey Carlan
Série: A Garota do Calendário #4
Editora: Verus
Páginas: 160
Skoob | Americanas | Saraiva | Amazon | Submarino
Sinopse:
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir "não" de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.

Olá literários e pessoas apaixonadas por livros em geral!!!
Tudo bem com vocês??

Eu sei, eu sei e eu sei que estava sumida, que pareceu que tinha abandonado vocês e coisa e tal. Porém, essa é a última vez que eu trago uma justificativa para vocês e espero que todos entendam que sim vai ter momentos na minha vida que estarei dedicada e trazendo as postagens direitinho aqui por blog, mas vai ter tempos que eu vou dar uma sumida enorme pois não é fácil ser blogueira e ter de lidar com uma faculdade. E bem é isso, pois eu nem vou me alongar por aqui explicando mais do que isso.

Mês passado era pra ter vindo no último dia do mês trazer para vocês a resenha de "A Garota do Calendário", mas com essa maluquice que é minha vida não deu certo e esse mês vamos ter duas postagens relacionadas a essa série que será o livro de Abril agora e o de Maio no final do mês.

"Se dê um tempo para aproveitar a vida e tudo o que ela oferece."

A Garota do Calendário: Abril (April: Calendar Girl) é o quarto livro da série que muitas pessoas já conhecem intitulada de "A Garota do Calendário", escrito pela autora Audrey Carlan e lançado aqui no Brasil pela Editora Verus. O livro continua seguindo a mesma estrutura dos anteriores e trazendo as aventuras da protagonista Mia Saunders em seus doze meses como acompanhante de vários homens diferentes.

"Eu passaria esse mês tomando todas com um jogador de beisebol gostoso e seus colegas deliciosos.
Que comecem os jogos!"

Nesse mês Mia está em Boston sendo namorada de fachada para um jogador famoso de beisebol que precisa manter as aparências para que consiga patrocinadores e alavanque assim muito mais sua carreira dentro do esporte.

"- Vocês precisam fazer parecer real. Ficar de mãos dadas quando estiverem fora do estádio, pequenos toques, sorrisos... e... - ela limpou a garganta e fez uma careta, como se estivesse sentindo dor - ...beijos."

Mason Murphy é um dos astros do time de beisebol Red Sox, mas também é um astro que está com sua imagem manchada em frente aos fãs e aos patrocinadores por causa das inúmeras brigas em que vem se envolvendo e as inúmeras mulheres diferentes com qual vem saindo. No início assim que o conhecemos, temos uma imagem extremamente babaca do personagem na qual Mia tem que lidar e ensinar bons modos.

"- Eu posso ter sido contratada para ser sua namorada este mês, mas não sou sua puta. - Suas sobrancelhas se ergueram. - Transar com o cliente é opção minha, não faz parte do contrato. Você devia ter lido as letras miúdas, amigo, porque está prestes a descobrir como é passar um mês na seca."

Apesar de Mason mostrar esse lado babaca no livro, ele também tem um lado carinhoso e de certa forma um tanto romântico mas porém ele não demonstra isso para Mia mas sim para uma outra mulher que está do seu lado desde que este entrou na carreira de beisebol. Porém, ambos são cegos e não conseguem ver o que sentem um pelo outro e aí que entra a "Mia Cupido" que vimos desde do livro anterior em ação novamente.

"- Você gosta dela - ofereci a bandeira branca.
Ele contorceu os lábios e fechou os olhos.
- Claro que gosto. Ela é legal e eu pago uma boa grana pra eles. Estamos todos felizes. Por que eu não iria gostar?
- Não é isso que eu estou dizendo, e você sabe."

Nesse livro o que Mia vem aprender é o fato de aproveitar a vida e abraçar o que ela tem a oferecer, mas apesar de tudo isso vemos que ainda existe a situação de ela ficar mexida ao fato de ser acompanhante e de um cliente em si vim bagunçando a sua mente e mexendo com os sentimentos que ela não devia ter por nenhum deles.

"Balancei a cabeça , mas ele não podia me ver. Lágrimas se formaram, porém eu não as deixaria cair de jeito nenhum. Se deixasse, eu me tornaria uma ruína completa."

Mesmo com as dúvidas da protagonista e a operação cupido que tem neste livro, como no anterior a gente tem a visitinha maravilhosa de um personagem que meu DEUS como eu gostaria de está no lugar dela 😍

 "Vou lhe ensinar de novo a se amar e amar os outros. Eu vou te amar esta noite."

Uma coisa que me chamou atenção neste livro foi a campanha que se é desenvolvida na história para arrecadar dinheiro para ser doado para uma instituição que ajuda mulheres com câncer de mama. Para quem não sabe o câncer de mama é um tumor maligno que se desenvolve nos seios, muitas pessoas acabam descobrindo essa doença muito tarde e muitas vezes por não terem feito o exame antes. No livro a doença é trazida quando descobrimos que a mãe do protagonista faleceu por essa doença maligna.

"Há dez anos o meu pai perdeu a esposa e os meus irmãos e eu perdemos a nossa mãe. Ela tinha só trinta e cinco anos. Não há um dia que se passe em que eu não sinta falta dela. O câncer se espalhou depressa e a levou rapidamente. Ela nunca tinha feito mamografia, porque ainda não tinha quarenta anos. Mesmo tendo histórico familiar, achou que não aconteceria com ela. Bem, aconteceu. Não vamos perder mais mulheres que amamos para essa doença devastadora."

Apesar de eu está levando a série toda sem expectativas esse mês foi o que menos me cativou e que menos me trouxe algo novo. Para mim foi mais algo do mesmo e que diferente dos outros livros que li rapidamente este foi o mais arrastado, porém de todo modo a jornada da Mia continua e a minha com essa personagem nos outros oito meses dela também. Porém, quem tiver lido a série me diga o que achou desse mês para ver se o problema foi só comigo mesmo??

RESENHAS ANTERIORES DE "A GAROTA DO CALENDÁRIO"


14 comentários :

  1. Tudo bem? Essa dica passo! Tentei ler o primeiro dessa série, mesmo não curtindo o gênero e achei além de forçado, bizarro..
    O "vocabulário" não me atraiu, assim como o conteúdo.
    Foi uma bela perda de tempo.

    Beijos.

    www.alemapaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Menina, não consigo me interessar por nenhum dos livros dessa série, primeiro pela quantidade de livros, depois pela protagonista, Mia me soa tão fútil que me da nos nervos e olha que nem li e isso acaba transferindo para os boys da trama, mas achei bem legal o fato da autora colocar na trama uma instituição que apoia mulheres com câncer. Que bom que esse mês o livro te cativou, espero que continue assim até o fim.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu adorei esse livro. Mas confesso que ainda preciso terminar essa série. Não é o tipo de leitura surpreendente, mas estou curiosa sobre o final de Mia e Wes.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Eu acho que parei no mês de abril também, mas andei tão desanimada em prosseguir a leitura que os livros estão lá na sala, tomando pó e eu seguindo a vida. O primeiro volume foi tão maravilhoso que acho que todo mundo tomou no orifício depois dele, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu li os dois primeiros livros desta serie e parei porque decididamente este tipo de enredo não é pra mim. Sei que a série faz muito sucesso entre os fãs brasileiros, mas eu mesma questiono tanto amor por este enredo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oiii,

    Ainda não li esta serie, mesmo depois de ler inúmeras coisas positivas. Mas é Só porque eu quero ler o livro físico e acabei comprando o box de julho a dezembro ao invés dos primeiros meses do ano kkkk me parece ser uma jornada interessante e quero mesmo conferir,mas já vou me preparar para um abril não tão cativante assim rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Não leria essa série pois não goato do gênero, e acho que 12 livros da mesma história podem se tornar cansativos. Espero que goste dos outros, e que seja uma leitura muito boa pra ti 😊

    ResponderExcluir
  8. Eu não vou nem iniciar essa jornada!kkkkkkkk... Fico muito feliz por nunca ter comprado nenhum livro da série, embora os veja em tudo que é parte por aí. Porque realmente não é meu tipo de história. E olha que sou eclética e leio praticamente de tudo!rsrs Mas sei que passaria muito estresse com essa série.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Essa é uma série que não acompanho. Não sei, não me chamou a atenção e me pareceu tratar do assunto principal (que era a quitação da tal dívida) de forma muito superficial e, ainda por cima, em 12 meses. Enfim, me parece uma leitura mto supérflua, ainda mais tendo tantos altos e baixos durante toda a série.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não li essa série, mas confesso que não tenho intenção de ler. Já li Corpo, primeiro livro da nova série da autora, e foi um dos piores livros que já li na vida.
    Eu admito que sempre que vejo resenhas sobre A garota do calendário me pareceu que a autora ficou enrolando a história só para justificar doze livros. Então, não cheguei a me surpreender por você sentir que esse livro foi um pouco mais do mesmo. Ainda assim, achei uma pena que a leitura não tenha sido tão proveitosa e que o livro seja mais arrastado. De qualquer forma, espero que os próximos volumes sejam melhores e você consiga aproveitar mais a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Quando essa série estava no auge, li alguns livros dela e, se não me engano, li até abril, que foi o mês derradeiro para eu parar de ler, já que não estava curtindo nenhum dos livros nem a protagonista. É uma pena que, apesar de você não ter muitas expectativas, tenha se decepcionado com esse livro.
    Eu achei muito importante a questão social apresentada nesse volume, mas não vou continuar a série.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oii.
    Não li A garota do Calendário no momento do Hipe, mas confesso que fico curiosa para conferir essas tramas. Sei que são romances bem leves, e bobinhos, mas pode ser que eu acabe gostando.
    Amei o post.
    BjS
    Mary - http://leiturasdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    Eu nunca tive curiosidade de ler esta série, a protagonista dela me parece ser bem superficial e sem muitas características que me chamem atenção. Acho que ela teve seu auge, mas já passou. Gostei de sua resenha, mas pulo a dica.

    ResponderExcluir
  14. Oi.

    Até agora eu li os dois primeiro livros , mas acabei descobrindo como termina o último livro. Mesmo assim, ainda quero continuar a ler a série, gostei dela, apesar de ter algumas coisas nela que me incomodam. Só falta comprar os livros que faltam e ler todos.

    ResponderExcluir